PJ investiga corrupção no Conselho de Arbitragem

PJ investiga corrupção no Conselho de Arbitragem

A Procuradoria-Geral da República e a Polícia Judiciária estão a investigar o Conselho de Arbitragem (CA) por suspeitas de corrupção e falsificação de documentos, adianta a RTP.

A denúncia foi apresentada pelo ex-árbitro Jorge Ferreira, despromovido da primeira categoria em 2016/17 , que falou à estação televisiva.

“Fui eu que apresentei [a denúncia], já fui ouvido. Em termos de ilegalidades, essencialmente estamos a falar de dois tipos de crime: corrupção e falsificação de documentos. As provas entregues à PJ”, começa por referir Jorge Ferreira, prosseguindo:

“Não falo de clubes, o que o CA quer é agradar aos árbitros e aos clubes, aos três grandes. Antes dos jogos diziam ‘tu estás bem, vais fazer um jogo, vai-te preparando, porque tens um jogo de uma equipa grande. Atenção, porque já estão a chatear muito’. Posso entender isso como pressão. Dependia da tabela classificativa. Continua a acontecer”, acrescentou o ex-árbitro.